A José Tolentino
o prémio Universidade
de Coimbra 2021

cq5dam.thumbnail.cropped.500.281.jpeg
02 março 2021

O cardeal José Tolentino de Mendonça, «figura ímpar, pessoa da cultura, com uma visão social inclusiva», foi o destinatário do prémio Universidade de Coimbra de 2021.

O galardão foi entregue no dia 1 de março, durante a solene sessão comemorativa do 731º aniversário da Universidade, afirmou o reitor da instituição, Amílcar Falcão.

O purpurado «tocou muito diretamente o júri, que o nomeou por unanimidade» — realçou o reitor — destacando-se dos demais candidatos «pela sua figura inquestionável no plano nacional e internacional».

Este ano o prémio, no valor de 25 mil euros, foi dividido em duas partes; a primeira, de dez mil euros reservada ao vencedor e a segunda, de 15 mil euros, destinada a uma «bolsa de investigação numa área que será determinada pelo vencedor», a qual «acreditamos que será uma área de inclusividade, de resposta às dificuldades da sociedade num ano tão difícil como o que estamos a viver e em que a humanidade, que é o tema da Semana cultural da universidade de Coimbra, fica muito bem representada com um premiado desta qualidade», frisou o reitor.

O cardeal bibliotecário e arquivista da santa Igreja romana é também poeta e teólogo, sendo considerado uma das vozes mais originais da literatura portuguesa contemporânea e reconhecido como eminente intelectual católico. A sua vasta obra, já distinguida com vários prémios, inclui poesias, ensaios e peças de teatro.