· Cidade do Vaticano ·

Falo-vos do meu pai, Nelson Mandela

cq5dam.thumbnail.cropped.500.281.jpeg
14 dezembro 2021
«Um vencedor é simplesmente um sonhador que nunca se rendeu». Quase uma década após a sua morte, ocorrida a 5 de dezembro de 2013, Nelson Mandela continua a inspirar milhões de pessoas no mundo inteiro no compromisso não violento contra todas as formas de racismo. O prémio Nobel da paz ainda hoje é ponto de referência muito além das fronteiras da África do Sul. Por outro lado, como demonstra o “retorno” da xenofobia e do racismo em muitas áreas do mundo, a luta pela igualdade continua a ser urgente como nunca. Entre quantos seguem as pegadas do líder sul-africano encontra-se a sua filha, Makaziwe Mandela, empenhada em várias associações beneficentes, fundadora e presidente da “House of Mandela”, empresa que, através ...

Este conteúdo é reservado aos Assinantes

paywall-offer
Estimada Leitora, querido Leitor,
la leitura de L’Osservatore Romano em todas as suas edições é reservada aos Assinantes