· Cidade do Vaticano ·

Saudação no final do rito

Atmosfera de Terra Santa

cq5dam.thumbnail.cropped.500.281.jpeg
07 dezembro 2021

No final da celebração, depois de ter sido saudado pelo arcebispo de Chipre dos maronitas, Selim Jean Sfeir, o Pontífice despediu-se da assembleia proferindo estas palavras.

Queridos irmãos e irmãs!

Sou eu que desejo agradecer-vos a todos. Amanhã de manhã terei oportunidade de saudar o Senhor Presidente da República, aqui presente: saudá-lo-ei no momento de me despedir deste país, mas desde já quero cordialmente manifestar a todos a minha gratidão pelo acolhimento e o carinho que me reservaram. Obrigado!

Aqui, em Chipre, estou a respirar um pouco daquela atmosfera típica da Terra Santa, onde a antiguidade e a variedade das tradições cristãs enriquecem o peregrino. Isto faz-me bem, como também me ajuda encontrar comunidades de crentes que vivem o presente com esperança, estão abertos ao futuro e partilham este horizonte com os mais necessitados. Penso de modo particular nos migrantes à procura de uma vida melhor, com os quais passarei o meu último encontro nesta ilha, juntamente com os irmãos e as irmãs de várias Confissões cristãs.

Obrigado a todos aqueles que colaboraram para esta visita. Rezai por mim. Que o Senhor vos abençoe e Nossa Senhora vos proteja. Efcharistó [Obrigado]!