· Cidade do Vaticano ·

Dez anos da «Africae munus»

Dez anos da «Africae munus»

cq5dam.thumbnail.cropped.500.281.jpeg
30 novembro 2021
Passaram dez anos desde a publicação da Africae munus, a exortação apostólica pós-sinodal de Bento xvi , entregue oficialmente ao episcopado africano no domingo 20 de novembro de 2011, em Cotonou (Benin). O documento, de acordo com o processo sinodal tradicional, reuniu as conclusões a que o Bispo de Roma chegou após dois anos de discernimento, na sequência do segundo Sínodo africano realizado em Roma, em outubro de 2009. Dizemos imediatamente que o texto é ainda hoje muito atual, porque é parenético, na consciência de que a África «avança jubilosa e viva, exprime o louvor de Deus», com recursos e potencial consideráveis. É interessante notar que as primeiras palavras da exortação deixam ...

Este conteúdo é reservado aos Assinantes

paywall-offer
Estimada Leitora, querido Leitor,
la leitura de L’Osservatore Romano em todas as suas edições é reservada aos Assinantes