· Cidade do Vaticano ·

«O convidado do dia de Ação de Graças», ou seja, uma pequena história de amizade

A lição de Truman Capote

cq5dam.thumbnail.cropped.500.281.jpeg
30 novembro 2021
No final deste annus horribilis, poderia ser particularmente agradável voltar a saborear o fruto de uma lição simples, mas cativante, que Truman Capote soube incutir magistralmente, não através das páginas das suas obras-primas, como Breakfast at Tiffany’s e In Cold Blood, como se poderia pensar, mas mediante um dos seus contos menores e igualmente fascinantes, O convidado do dia de Ação de Graças, discorrendo sobre o normal fluxo da vida numa pequena comunidade rural no profundo sul dos Estados Unidos na década de 1930 e sobre o modo como, não obstante as inevitáveis dificuldades da existência, com o amor é possível resistir à corrosão do dia a dia. Um menino de apenas oito anos, Buddy, é alvo de um colega de ...

Este conteúdo é reservado aos Assinantes

paywall-offer
Estimada Leitora, querido Leitor,
la leitura de L’Osservatore Romano em todas as suas edições é reservada aos Assinantes