· Cidade do Vaticano ·

É urgente uma mudança de cultura ambiental no mundo, mas especialmente no Brasil

cq5dam.thumbnail.cropped.500.281.jpeg
09 novembro 2021
Um caminho sofrido e alentador, assim define dom Leonardo Steiner o percurso das Conferências climáticas. Nestes dias em que acontece a Cop 26, o arcebispo de Manaus, que participou na Cop 21 de Paris, marcada pela Encíclica Laudato si’, reflete sobre «as necessidades urgentes de mudança no modo de viver e de conviver com a terra». Tudo está ligado ao lucro, e «neste sentido é urgente uma mudança de cultura ambiental no mundo, mas especialmente no Brasil», afirma o arcebispo. Segundo ele, mesmo diante de alguns retrocessos, «as Cop s são oportunidades de manter a discussão, o diálogo, a reflexão, aprofundando sempre mais a questão das mudanças climáticas». No Brasil, o panorama mostra «o descaso ...

Este conteúdo é reservado aos Assinantes

paywall-offer
Estimada Leitora, querido Leitor,
la leitura de L’Osservatore Romano em todas as suas edições é reservada aos Assinantes