· Cidade do Vaticano ·

A resistência dos índios isolados

cq5dam.thumbnail.cropped.500.281.jpeg
12 outubro 2021
No seu esplendor e mistério, a Amazónia esconde um drama que, ao contrário da destruição da floresta e do atentado à vida dos 390 povos indígenas que sempre a habitaram, não se vê. É a história de 116 povos “isolados”, em isolamento voluntário, que recusam qualquer contacto com pessoas, incluindo os outros povos indígenas. Perseguidos por todos, fogem de caçadores, pescadores, madeireiros, garimpeiros, que devastam aldeias, envenenam rios e introduzem álcool, drogas e prostituição, e sobretudo dos fazendeiros, que despudoradamente destroem a floresta para a reduzir a savana, caçando e matando todos os que se opõem ao seu agronegócio. Chico Mendes e a Irmã Dorothy Stang são apenas dois ...

Este conteúdo é reservado aos Assinantes

paywall-offer
Estimada Leitora, querido Leitor,
la leitura de L’Osservatore Romano em todas as suas edições é reservada aos Assinantes

Ao fazer a assinatura até 30 de Novembro poderá usufruir do preço promocional de 20 euros por ano.