· Cidade do Vaticano ·

Mensagem ao Congresso teológico no terceiro centenário dos Passionistas

Os desafios contemporâneos lidos à luz da Cruz

cq5dam.thumbnail.cropped.500.281.jpeg
28 setembro 2021

«Uma leitura renovada dos desafios contemporâneos à luz da Sabedoria da Cruz», eis os votos formulados pelo Papa na mensagem ao superior-geral dos Passionistas por ocasião do Congresso teológico internacional, iniciado a 21 de setembro na Pontifícia Universidade Lateranense e promovido pela cátedra Gloria Crucis da universidade no âmbito das iniciativas para o terceiro centenário da congregação religiosa. O tema dos trabalhos, que se concluíram no dia 24, foi: «A Sabedoria da Cruz num mundo plural».

Ao Reverendo Padre
Joachim rego
Superior-Geral
da Congregação da Paixão
de Jesus Cristo

Saúdo cordialmente os participantes no Congresso Teológico Internacional, que se realiza na Pontifícia Universidade Lateranense de 21 a 24 de setembro, sobre o tema «A Sabedoria da Cruz num Mundo Plural». O Congresso terá lugar no âmbito das Celebrações Jubilares do Terceiro Centenário de fundação da Congregação passionista e propõe-se aprofundar a relevância da Cruz no contexto de múltiplos areópagos contemporâneos. Neste sentido, responde ao desejo de São Paulo da Cruz de se esforçar para que o Mistério Pascal, centro da fé cristã e do carisma da Família religiosa passionista, seja irradiado e difundido, em resposta à Caridade divina e para satisfazer as expetativas e esperanças do mundo.

O Apóstolo Paulo fala de largura, comprimento, altura e profundidade do amor de Cristo (cf. Ef 3, 18). Contemplando o Crucificado, vemos todas as dimensões humanas abraçadas pela misericórdia de Deus. O seu amor quenótico e compassivo toca, através da Cruz, os quatro pontos cardeais e atinge as extremidades da nossa condição, conjugando de modo inseparável a relação vertical com Deus e a relação horizontal com a humanidade, numa fraternidade que a morte de Jesus tornou definitivamente universal.

O imenso poder salvífico que se liberta da fraqueza da Cruz indica à teologia a importância de um estilo que saiba unir a altura do pensamento com a humildade do coração. Face ao Crucificado, a teologia é também convidada a dirigir-se à condição mais frágil e concreta do homem e a renunciar a modalidades e intenções polémicas, partilhando com um ânimo jubiloso o cansaço do estudo e procurando com confiança as sementes preciosas que a Palavra lança na pluralidade fragmentada e por vezes contraditória da cultura.

Por isso, a Cruz do Senhor, fonte de salvação para pessoas de todos os lugares e tempos, é oportuna e eficaz, especialmente numa época de mudanças rápidas e complexas. Por conseguinte, muito adequadamente, o Congresso Teológico propõe-se interpretar a Sapientia Crucis em vários contextos — tais como os desafios das culturas, a promoção do humanismo e do diálogo inter-religioso e os novos cenários da Evangelização — associando a reflexão científica a uma série de eventos que atestam o seu impacto benéfico em diferentes contextos.

Portanto, espero que esta iniciativa, ao promover confrontos teológicos, culturais e pastorais fecundos, contribua para uma leitura renovada dos desafios contemporâneos à luz da Sabedoria da Cruz, a fim de promover uma evangelização fiel ao estilo de Deus e próxima do homem. Ao formular cordialmente os melhores votos para os dias de estudo, invoco a proteção da Santíssima Virgem e de São Paulo da Cruz, e de coração concedo a Bênção Apostólica aos Relatores, aos Organizadores e a quantos participam nesta importante Assembleia, pedindo a todos que continueis a rezar por mim.

Roma, São João de Latrão
1 de julho de 2021.

Francisco