· Cidade do Vaticano ·

Convite a nunca instrumentalizar o crucifixo

De símbolo identitário a fonte de vida nova

21 setembro 2021
O que é a cruz? Um objeto de devoção, um símbolo de identidade cultural a exibir, uma bandeira a hastear? De Présov, no dia em que a Igreja celebra a Exaltação da Cruz, o Papa Francisco pede aos cristãos que nunca a reduzam a tudo isto, muito menos a um símbolo político ou de importância religiosa e social. As instrumentalizações, sempre presentes, de alguma forma são fáceis de desmascarar porque são óbvias. É muito difícil aceitar o desafio para cada um de nós contido nas palavras do Papa. Porque também nós corremos o risco de não aceitarmos a lógica da cruz, de não aceitarmos que “Deus nos salve, deixando que o mal do mundo seja desencadeado sobre si mesmo”. ...

Este conteúdo é reservado aos Assinantes

paywall-offer
Estimada Leitora, querido Leitor,
la leitura de L’Osservatore Romano em todas as suas edições é reservada aos Assinantes

Ao fazer a assinatura até 30 de Novembro poderá usufruir do preço promocional de 20 euros por ano.