· Cidade do Vaticano ·

Nomeação episcopal para o organizador da viagem

Francisco como Paulo vi

cq5dam.thumbnail.cropped.500.281.jpeg
14 setembro 2021
Era 5 de janeiro de 1964, um esplêndido dia de sol e depois de rezar no lugar onde Jesus confiou a primazia a Pedro e visitar a casa do apóstolo em Cafarnaum, Paulo vi chegou ao Monte das Bem-Aventuranças. Ali anunciou a nomeação episcopal de monsenhor Jacques Martin, um prelado francês da Secretaria de Estado, que preparara a peregrinação histórica, a primeira das viagens internacionais dos Papas na era contemporânea. Na manhã de domingo 12 de setembro de 2021, 57 anos mais tarde, o Papa Francisco fez um gesto semelhante, anunciando aos jornalistas que o acompanhavam em Budapeste a nomeação episcopal de monsenhor Dieudonné Datonou, prelado do serviço diplomático, em função na Secretaria de Estado e organizador ...

Este conteúdo é reservado aos Assinantes

paywall-offer
Estimada Leitora, querido Leitor,
la leitura de L’Osservatore Romano em todas as suas edições é reservada aos Assinantes
Assine até 30 de setembro e poderá usufruir do preço promocional de €20 anuais