· Cidade do Vaticano ·

Mães e pais que “abandonam” os filhos para os salvar

Moisés afegão

cq5dam.thumbnail.cropped.500.281.jpeg
31 agosto 2021
Por mais que nos esforcemos por descrever os acontecimentos, há imagens que conseguem transmitir a ideia melhor do que mil palavras. É o que está a acontecer no Afeganistão nestes dias. O drama e a dor tornam-se mais eloquentes graças às imagens do que aos milhares de análises sociopolíticas que superabundam nos meios de comunicação social e nos debates públicos destes dias. Entre estas imagens há duas que tocaram a consciência de muitos: uma mãe que empurra o próprio filho para além do arame farpado, e um pai que levanta o seu filho para o entregar a um soldado do outro lado da vedação. O que pode levar um pai a fazer algo tão dramático, tão doloroso? Faz lembrar o gesto de Joquebede, ...

Este conteúdo é reservado aos Assinantes

paywall-offer
Estimada Leitora, querido Leitor,
la leitura de L’Osservatore Romano em todas as suas edições é reservada aos Assinantes
Assine até 30 de setembro e poderá usufruir do preço promocional de €20 anuais