· Cidade do Vaticano ·

A tarefa do jornalismo (e a da política)

A tarefa do jornalismo (e a da política)

24 agosto 2021
Na carta de 12 de agosto a Maurizio Maggiani, o Papa não só respondeu a um jornalista sobre uma questão específica (embora importante), mas com a sua reflexão indicou um caminho a quantos utilizam, como diz a carta, “a caneta ou o teclado do computador”. São estes instrumentos, escreve o Papa, que oferecem aos jornalistas e a todos os agentes da comunicação a possibilidade «de denunciar, de escrever coisas, até incómodas, para despertar da indiferença, para estimular as consciências, inquietando-as a fim de que não se deixem anestesiar pelo não me interessa, não é da minha conta, o que posso fazer se o mundo vai assim? Para dar voz a quem não a tem e para elevar a voz a favor de quem é silenciado». Se ...

Este conteúdo é reservado aos Assinantes

paywall-offer
Estimada Leitora, querido Leitor,
la leitura de L’Osservatore Romano em todas as suas edições é reservada aos Assinantes
Assine até 30 de setembro e poderá usufruir do preço promocional de €20 anuais