· Cidade do Vaticano ·

Anunciado no Angelus de 31 de janeiro, será celebrado no quarto domingo de julho

O Papa instituiu
o Dia mundial dos avós
e dos idosos

cq5dam.thumbnail.cropped.500.281.jpeg
02 fevereiro 2021

«Decidi instituir o Dia mundial dos avós e dos idosos, que será celebrado na Igreja inteira todos os anos no quarto domingo de julho, nas proximidades da festa dos santos Joaquim e Ana, “avós” de Jesus», anunciou de surpresa o Papa no final do Angelus de 31 de janeiro. «Depois de amanhã, 2 de fevereiro, celebraremos a festa da Apresentação de Jesus no Templo — explicou o Pontífice, depois da recitação da prece mariana na Biblioteca particular do Palácio apostólico — quando Simeão e Ana, ambos idosos, iluminados pelo Espírito Santo, reconheceram em Jesus o Messias». Mas, acrescentou, «o Espírito Santo ainda hoje suscita nos idosos pensamentos e palavras de sabedoria» e além disso eles «são o elo de ligação entre as gerações, para transmitir aos jovens experiência de vida e de fé», mesmo se, infelizmente, «muitas vezes são esquecidos». Eis o motivo da decisão de dedicar um dia aos avós e aos idosos, que este ano será celebrado a 25 de julho, no centro do “Ano da família Amoris laetitia”.

Por fim, o Papa recordou o dia dos doentes de lepra e saudou os jovens da Ação católica romana — representados por um pequeno grupo — e ouviu a anual mensagem da Caravana da paz, lida por dois adolescentes.

Angelus