· Cidade do Vaticano ·

O novo site da Lev

Alteram-se gráfica e conteúdo

cq5dam.thumbnail.cropped.500.281.jpeg
13 outubro 2020

O novo website da Libreria editrice vaticana (Lev) está online. A notícia foi dada através de um comunicado da própria Livraria, explicando que o endereço é sempre o mesmo (www.libreriaeditricevaticana.va) mas foi completamente renovado em termos de gráfica e de cores: é um espaço concebido e projetado com o objetivo de tornar o mais eficaz possível a experiência de navegação e pesquisa.

«Trata-se de um site editorial e de comunicação», disse  ao Vatican news o diretor editorial da Lev, Ir. Giulio Cesareo, enumerando os instrumentos escolhidos para alimentar a relação com o público. «Entre eles», afirmou, «encontram-se antecipações exclusivas, entrevistas em vídeo com os autores e relatórios das apresentações dos livros».

A abertura do site é dedicada à secção de vídeos com clipes produzidos por Vatican news ligados aos livros. Entre as novidades mais significativas está a criação de uma secção dedicada à Newsletter, um espaço mediante o qual a editora atualizará periodicamente as novas publicações e eventos; e uma ligação direta ao portal de Vatican news e aos canais sociais do Papa Francisco. «O objetivo — comentou Giulio Cesareo — é permitir que todos acedam a este areópago de reflexão da Igreja que nos foi confiado para a difusão».

Está dividido em quatro partes — “Papa”, “Vaticano”, “Igreja” e “Mundo” — de acordo com a linha editorial do Dicastério para a Comunicação da Santa Sé. Em “Papa”, haverá os textos dos Sumos Pontífices, os documentos do magistério, as suas biografias e textos inéditos; em “Vaticano”, os documentos das Congregações e Dicastérios da Cúria romana, assim como as revistas: Acta Apostolicae Sedis, Acta Oecumenica, Communicationes, Educatio Catholica; em “Igreja” será possível descobrir muitas das coletâneas e a produção de textos de natureza teológica, espiritual, litúrgica e pastoral, mas também livros sobre arte litúrgica e sacra, história eclesiástica, mística, direito canónico e comentários sobre os documentos magisteriais dos Pontífices; e em “Mundo”, todos os volumes que — do ponto de vista eclesial e católico — vão da atualidade à literatura, mas que também relatam as experiências daqueles que — através das suas vicissitudes e ideais — representam um dom e oferecem uma contribuição para a vida da Igreja e do mundo.