· Cidade do Vaticano ·

Novo volume publicado pela Livraria Editora Vaticana

cq5dam.thumbnail.cropped.500.281.jpeg

02 junho 2020

O hífen no meio da palavra (“com-unico”) não é um erro de  impressão, mas um sublinhado deliberado. Diversi e uniti. Com-unico, quindi sono (Cidade do Vaticano, Lev, 2020, 206 páginas) é um novo volume publicado pela Livraria Editora Vaticana — Dicastério para a comunicação  da Santa Sé que tem como tema ocasiões  de diálogo “em ação”, na sua declinação concreta. O texto faz parte de “Troca de dons",   coleção  “ecuménica” da editora que recolhe os textos e discursos do Pontífice acompanhados de um texto inédito e de uma introdução geralmente assinada por um representante dos irmãos e irmãs das Igrejas e Comunidades Eclesiais separadas. Da mesma coleção fazem parte   o volume Nostra Madre Terra. Una lettura cristiana della sfida  dell'ambiente (Cidade do Vaticano, Lev, 2019, 144 páginas) que reúne  os discursos do Papa sobre o cuidado da criação e é introduzida pelo prefácio do Patriarca Ecuménico de Constantinopla Bartolomeu, e La preghiera. Il respiro della vita nuova  com o prefácio do Patriarca Kirill de Moscovo (Cidade do Vaticano, Lev, 2019,  208 páginas). O fio vermelho que liga os livros   é o ecumenismo dos fiéis, aquele  ecumenismo prático que se manifesta nas iniciativas comuns dos cristãos para a salvaguarda da Criação e da ecologia interior de cada ser humano, que é parte da Criação. Diversi e uniti contém o prefácio de Justin Welby, Arcebispo de Cantuária, primaz de toda a Inglaterra e líder mundial da Comunhão Anglicana e as reflexões do Santo Padre sobre as  relações   humanas: relações entre pessoas criadas à imagem de Deus. “As relações humanas mais bonitas e   frutuosas”, salienta Justin Welby, “são aquelas que se baseiam no amor de Deus por nós”. Com o olhar de Jesus é o texto inédito do Papa Francisco, que começa pela história do “jovem rico” “que pergunta a Jesus o que há de fazer para alcançar a vida eterna”. Sem o “olhar de amor” de Deus “a comunicação humana — escreve o Papa Francisco — o diálogo entre as pessoas pode facilmente tornar-se apenas um duelo dialético”. Diversi e uniti. Com-unico quindi sono em breve estará disponível em várias línguas. Os direitos foram vendidos às editoras Romana Editorial (língua espanhola), Catholic Truth Society cts (língua inglesa para Inglaterra, Irlanda e Austrália), Our Sunday Visitor (língua inglesa para os Estados Unidos), Paulinas Portugal (língua portuguesa), Editura Arquidiocese de Bucareste (língua romena), Editions Salvator (língua francesa) e Kršćanska sadašnjost (língua croata).