Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Of Woman Born

· ​O ensaio ·

Em 1976, quando a nova fase de politização feminina estava centrada na revolta contra o papel materno, e as mulheres reivindicavam afirmações profissionais e liberdade sexual, uma poetisa norte-americana, Adrienne Rich, escreveu Of Woman Born (Nascido de mulher), sobre o valor da maternidade. Um livro aparentemente contra a corrente, que obteve um sucesso imediato e depressa se tornou um «clássico» do feminismo. Para melhor levar a entender a força ideal e poética deste texto, é suficiente citar a empolgante introdução: «Toda a vida humana no nosso planeta nasce da mulher. A única experiência unificadora, inquestionável, partilhada por todos, homens e mulheres, é o período de meses passado no ventre de uma mulher (…). Durante a vida inteira e até na morte conservamos o marco desta experiência». Rich continuou a comparar esta experiência fundamental com a falta de estudos e reflexão sobre tal tema, lacuna que ela mesma se propôs preencher, e fê-lo com sucesso. (@LuceScaraffia)

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

20 de Novembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS