Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

As vocações que fazem crescer a Igreja

· Em Seul a ordenação de 38 sacerdotes e 26 diáconos ·

Pela primeira vez desde a sua erecção, a arquidiocese de Seul (Coreia do Sul) celebrou nos dias 5-7 de Fevereiro três ordenações consecutivas. Foram ordenados 26 diáconos e 38 sacerdotes: além disso, foram consagrados bispos os dois auxiliares nomeados pelo Papa Francisco a 30 de Dezembro passado. 

Trata-se dos sacerdotes Timothy Yu Gyoung-chon e Pedro Chung Soon-taek auxiliares da arquidiocese de Seul. A sua ordenação teve lugar na Sala olímpica dos Ginastas, no Parque olímpico da capital sul-coreana. Presidiu à celebração o arcebispo Andrew Yeom Soojung (que será criado cardeal a 20 de Fevereiro) juntamente com os bispos da Conferência episcopal coreana. Para este evento chegaram à capital cerca de dez mil pessoas. «Estas cerimónias – explica um católico sul-coreano à agência AsiaNews – são muito importantes não só para os fiéis das respectivas dioceses, mas para todos nós. Demonstram a vitalidade da nossa Igreja e o amor e a comunhão com a Santa Sé. Para nós, os bispos são jardineiros, chamados a cuidar e fazer crescer as sementes da fé, semeadas pelo Evangelho».

Trata-se da primeira consagração no país depois de oito anos, isto é, desde que foi ordenado bispo o auxiliar D. Basil Cho Kyuman, o qual na quinta-feira, 6 de Fevereiro, ordenou os vinte e seis diáconos. No dia seguinte teve lugar a ordenação extraordinária dos 38 sacerdotes, dos quais um vietnamita, o diácono Vu Tan Tuan da diocese de Thái Bình, e outro pertencente à Comunidade missionária internacional católica de Seul.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

29 de Janeiro de 2020

NOTÍCIAS RELACIONADAS