Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Vésperas ecuménicas

· O Papa presidiu à celebração do dia mundial de oração pelo cuidado da criação ·

O planeta tem necessidade de cuidados e atenções, da boa vontade de todos, porque cada um à sua maneira pode salvá-lo da destruição, da poluição e da exploração intensiva. São necessários simples gestos diários, que todos podem levar a cabo. 

E um deles é, sem dúvida, a oração pessoal e comunitária, como a que foi presidida pelo Papa na tarde de 1 de setembro na basílica de São Pedro, por ocasião do segundo dia mundial de oração pelo cuidado da criação, no âmbito do jubileu extraordinário da misericórdia.

A forma escolhida para a prece foi a recitação das vésperas, caracterizadas por uma forte marca ecuménica. E não podia ser de outra forma, vista a coincidência com o dia análogo que a Igreja ortodoxa já celebra desde 1989. Também o Conselho ecuménico das Igrejas dedica o período de 1 de setembro a 4 de outubro à oração e à reflexão sobre a salvaguarda da criação. E a comunhão anglicana celebra um dia semelhante a 1 de setembro. Esta plena sintonia ecuménica encontrou expressão inclusive nas vésperas oficiadas na basílica, graças à presença de alguns representantes de Igrejas e confissões cristãs, entre os quais monsenhor Siluan, bispo da diocese ortodoxa romena da Itália; o arcebispo David Moxon, delegado do arcebispo de Canterbury junto da Santa Sé e diretor do Anglican Centre em Roma; Simeone Catsinas, pároco da Igreja greco-ortodoxa romana de São Teodoro no Palatino; Jens-Martin Kruse, pároco da paróquia evangélica luterana de Roma; e Valdo Bertalot, pastor valdense e secretário-geral da Sociedade bíblica na Itália, acompanhados pelo cardeal Kurt Koch, pelo bispo Brian Farrell e pelo monsenhor Andrea Palmieri, respetivamente presidente, secretário e subsecretário do Pontifício conselho para a promoção da unidade dos cristãos, e pelo cardeal Peter Kodwo Appiah Turkson, presidente do Pontifício conselho «justiça e paz», recém-nomeado prefeito do novo dicastério para o serviço do desenvolvimento humano integral.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

22 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS