Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

A unidade começa transformando o coração

· Audiência aos bispos veterocatólicos da União de Utrecht ·

«O caminho rumo à unidade começa com uma transformação do coração»: recordou o Papa Francisco à delegação da Conferência internacional dos bispos veterocatólicos da União de Utrecht recebida em audiência quinta-feira 30 de Outubro.

Alegrando-se pelo facto de que, graças ao trabalho da específica comissão internacional de diálogo, «foi possível construir pontes de entendimento recíproco e de colaboração prática», o Pontífice frisou também uma «crescente distância sobre temas relativos ao ministério e ao discernimento ético». Por isso propôs uma reflexão sobre «a comum viagem ecuménica» a partir da necessidade de «perseverar num diálogo teológico substancial e de continuar a caminhar, a rezar e a trabalhar juntos num espírito mais profundo de conversão».

«Na nossa separação – reconheceu Francisco – houve, de ambas as partes, graves pecados e faltas humanas». Por conseguinte, há necessidade «de reforçar o nosso desejo de reconciliação e paz», com uma atitude «de perdão recíproco e de arrependimento humilde», para empreender «uma viagem espiritual» - ao longo da qual «a mudança é inevitável» - que leve «do encontro à amizade, da amizade à fraternidade, da fraternidade à comunhão».

O Papa convidou depois à colaboração em vista de um «testemunho credível das verdades e dos valores do Evangelho» no contexto religioso e cultural de uma Europa «confundida acerca da própria identidade e vocação» mas sedenta de Deus.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

18 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS