Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Uma linha para as mulheres Rom de Milão

Taivè é uma palavra na língua romani que quer dizer linha. E é graças a esta linha que oito mulheres estão a conseguir resgatar-se nos bairros de lata de Milão, conquistando a confiança em si próprias e autonomia. O projecto Taivè é o ramo feminino da alfaiataria e engomadoria da mais ampla cooperativa social Ies (empresa ética social), e surgiu graças à colaboração com a Caritas ambrosiana e à relação que a organização, ao trabalhar nos campos rom da cidade, estabeleceu há tempo com muitas mulheres rom e com as famílias. Actualmente são oito a cortar, coser e passar a ferro com um horário part time no laboratório. Desde 2008, quando o projecto iniciou, 19 mulheres passaram por diante das máquinas de costura da Taivè, com idades entre 20 e 50 anos, oriundas da Roménia, da Macedónia e do Kosovo. De entre elas, duas encontraram autonomamente trabalho quando terminaram o período de formação e outras seis, depois de estarem um período na Taivè, passaram a outras ocupações temporárias.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

26 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS