Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Uma chaga no corpo de Cristo

· O Papa denuncia o tráfico de seres humanos como crime contra a humanidade ·

Um gesto da Igreja. Um gesto das pessoas de boa vontade que querem gritar «basta!» diante do crime contra a humanidade constituído pelo tráfico de seres humanos. 

Assim o Papa Francisco definiu a conferência internacional sobre o tráfico de pessoas que, organizada pela Conferência episcopal da Inglaterra e do País de Gales, foi hospedada nestes dias pela Pontifícia Academia das Ciências Sociais.

Foi grave a denúncia do Pontífice que – presente no salão nobre da «Casina Pio IV» na manhã de quinta-feira 10 de Abril – não hesitou em definir o tráfico de seres humanos «uma chaga no corpo da humanidade contemporânea», aliás «uma chaga na carne de Cristo», especificou. Trata-se de um verdadeiro «crime contra a humanidade», acrescentou.

E o facto de que os responsáveis pelos organismos de polícia de diversos países do mundo se reuniram pela segunda vez no Vaticano juntamente com bispos e sacerdotes comprometidos na assistência às vítimas do tráfico «para unir as nossas forças – observou o Papa Francisco – significa que desejamos que as estratégias e as competências sejam acompanhadas e reforçadas pela compaixão evangélica, pela proximidade aos homens e mulheres que são vítimas deste crime».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

17 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS