Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Um livro perigoso

· ​A velha Bíblia de Bergoglio ·

Meus queridos jovens amigos, se vísseis a minha Bíblia, talvez não ficaríeis bem impressionados. Diríeis: «O quê? É esta a Bíblia do Papa? Um livro tão velho, tão desgastado!». Escreve-o o Papa no prefácio para uma edição da Bíblia destinada aos jovens. Este texto será publicado na edição de «La Civiltà Cattolica» de 26 de Dezembro. Poderíeis até dar-me uma nova, acrescenta, talvez uma de 1.000 euros: não, eu não a apreciaria. Gosto da minha velha Bíblia, que acompanhou metade da minha vida. Viu a minha alegria, foi banhada com as minhas lágrimas: é o meu tesouro inestimável. Vivo dela e não a daria por nada no mundo.

Gosto muito da Bíblia para os jovens, que acabastes de abrir: é tão vivaz, tão rica de testemunhos de santos e de jovens que me dá vontade de a ler de um só fôlego, desde o início até à última página. E depois...? Depois vós ficará esquecida, escondida na prateleira de uma estante, talvez atrás, na terceira fila, e acaba por se encher de pó. Até que um dia os vossos filhos a venderão numa feira de objectos usados. Não: isto não pode acontecer! 

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

26 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS