Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Um caminho possível

· ​No Angelus o Papa recordou a viagem a Sarajevo e exortou à reconciliação ·

«A Eucaristia, fonte de amor para a vida da Igreja, é escola de caridade e de solidariedade», frisou o Papa no Angelus de domingo 7 de Junho, na praça de São Pedro, recordando a celebração da solenidade de Corpus Christi.

Esta celebração, disse o Pontífice, impele a aceitar o convite à conversão e ao serviço, ao amor e ao perdão. «Estimula-nos a tornar-nos, com a vida, imitadores do que celebrámos na liturgia. Cristo, que nos nutre sob as espécies consagradas do pão e do vinho, é o mesmo que vem ter connosco nos acontecimentos diários: no pobre que estende a mão, no sofredor que implora ajuda, no irmão que solicita a nossa disponibilidade e espera o nosso acolhimento; na criança que nada sabe acerca de Jesus, da salvação, que não tem fé. Está em cada ser humano, até no mais pequenino e indefeso».

Durante o encontro de oração o Pontífice falou sobre a viagem a Sarajevo e recordou que na próxima sexta-feira, solenidade do sagrado Coração de Jesus, se celebrará o dia mundial contra o trabalho infantil. «Muitas crianças no mundo – disse – não têm a liberdade de brincar, de ir à escola, e acabam por ser exploradas como mão-de-obra. Faço votos por um compromisso solícito e constante da Comunidade internacional pela promoção do reconhecimento efectivo dos direitos da infância».

Palavras do Papa no Angelus  

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

24 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS