Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Últimos na primeira fila

· Concerto na sala Paulo VI para apoiar a caridade do Papa ·

Refugiados, desabrigados, idosos, deficientes: na quinta-feira, 14 de Maio, as primeiras filas da Sala Paulo VI foram destinadas todas para eles. Com efeito, precisamente os lugares normalmente reservados às autoridades, foram atribuídos a um «povo» - duas mil pessoas – emocionado e feliz por este novo presente do Papa: um bilhete para o concerto organizado a fim de apoiar as obras de solidariedade de Francisco.

E se a entrada foi gratuita para todos, nas cadeiras das filas mais no fundo os espectadores encontraram um envelope branco na qual estava escrito «oferta», que em seguida entregaram ao arcebispo esmoler Konrad Krajewski, que estava presente com o chefe do gabinete da Esmolaria, monsenhor Diego Giovanni Ravelli.

Dos trechos da «Divina Comédia» (uma homenagem a Dante Alighieri pelos 750 anos do nascimento) aos cantos pascais, a orquestra Filarmónica de Salerno «Giuseppe Verdi», dirigida pelo maestro israeliano Daniel Oren, e o coro da diocese de Roma, guiado por monsenhor Marco Frisina, propuseram duas horas de grande música: «com os pobres e para os pobres».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

20 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS