Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Tragédia imensa

· Consternação e dor do Papa pelo perdurar do conflito na região médio-oriental ·

Rezo todos os dias a fim de que se encontre depressa uma solução negociada

O Papa Francisco manifestou «consternação» e «dor» pelo perdurar da violência que mancha de sangue o Médio Oriente, em particular o Iraque e a Síria.

«Rezo todos os dias a fim de que se encontre depressa uma solução negociada, suplicando a bondade e a piedade de Deus por quantos são atingidos por esta tragédia imensa», garantiu aos membros da Comissão mista internacional para o diálogo teológico entre a Igreja católica e as Igrejas ortodoxas orientais, recebidos na manhã de sexta-feira 30 de Janeiro, na Sala do Consistório.

O pensamento do Pontífice dirigiu-se «a todos os habitantes da região, inclusive aos nossos irmãos cristãos e a muitas minorias que vivem as consequências de um conflito extenuante». Em particular, Francisco exortou os cristãos a «trabalhar juntos em mútua aceitação e confiança para servir a causa da paz e da justiça», invocando «a intercessão e o exemplo de muitos mártires e santos, que deram um corajoso testemunho de Cristo».

Quanto à actividade da Comissão, o Papa frisou os seus progressos, desejando que «o trabalho realizado possa produzir frutos abundantes para a pesquisa teológica comum e ajudar-nos a viver a nossa amizade fraterna de maneira cada vez mais profunda».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

23 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS