Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Teólogo e bispo
diante dos desafios do tempo

· ​Pesar do Papa pelo falecimento do cardeal Karl Lehmann ·

“Como teólogo e bispo, mas também como presidente da Conferência episcopal alemã, contribuiu para plasmar a vida da Igreja e da sociedade. Sempre se preocupou com a abertura às interrogações e aos desafios do tempo e em oferecer respostas e orientações a partir da mensagem de Cristo, para acompanhar as pessoas ao longo do caminho, procurando o que une, para além dos confins das confissões, convicções e Estados”. Assim Francisco, numa mensagem de condolências, recordou o cardeal Karl Lehmann, bispo emérito de Mainz, falecido na Alemanha a 11 de março com 81 anos.

O purpurado estava doente há tempos e as suas condições agravaram-se a partir de setembro, a ponto que o seu sucessor em Mainz, D. Pietro Kohlgraf, tinha pedido aos fiéis que rezassem pelo seu pastor emérito. Tendo nascido a 16 de maio de 1936 em Sigmaringen, arquidiocese de Freiburg und Breisgau, Lehmann foi ordenado sacerdote a 10 de outubro de 1963. Nomeado bispo de Mainz em 21 de junho de 1983, recebeu a ordenação episcopal no dia 2 de outubro seguinte. João Paulo II criou-o e publicou-o cardeal do título de São Leão I no consistório de 21 de fevereiro de 2001. A 16 de maio de 2016 renunciou ao governo pastoral da diocese. As exéquias serão celebradas na tarde de 21 de março, na catedral de Mainz.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

22 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS