Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Tempos difíceis para mulheres corajosas

· ​Dorothy Day e a sua relação com Teresa de Ávila ·

Na recente viagem aos Estados Unidos, falando ao Congresso o Papa Francisco quis recordar quatro grandes personagens que fizeram a América, isto é, «com trabalho constante e sacrifício pessoal foram capazes de construir um futuro melhor». 

Entre elas citou Dorothy Day, fundadora do Catholic Worker Movement, o movimento dos trabalhadores católicos, mulher de grande espessura humana, cultural e espiritual, sobre a qual Caterina Ciriello falou num livro de 2011 , acrescentando que teve conhecimento desta notícia enquanto participava no Congresso Mundial pelos quinhentos anos do nascimento de Teresa de Ávila, precisamente lá, na cidade onde a grande santa começou o seu caminho de reforma. O gesto do Papa Francisco foi deveras importante, do qual não parece haver precedentes: apresentar uma mulher, leiga, como figura fundamental no desenvolvimento dos valores fundamentais de um país. Essa mulher, Dorothy Day, é serva de Deus e espera-se com ansiedade a sua beatificação.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

17 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS