Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Tão diversos e tão próximos

· Joseph Ratzinger e Erik Peterson ·

No dia 2 de Maio em Roma, na Pontifícia Universidade da Santa Cruz, realiza-se o congresso «Joseph Ratzinger e Erik Peterson. Dois itinerários teológicos», dies academicus da Pontifícia Academia Teológica organizado em colaboração com a Fundação Vaticana Joseph Ratzinger – Bento XVI e com a Fundação Bento XVI de Regensburg. O dia aprofundará   –  explica Manlio Sodi, presidente da Pontifícia Academia Teológica  –   «três grandes temas que parecem particularmente relevantes para um confronto entre os percursos teológicos de Peterson e Ratzinger. Trata-se da teologia bíblica, da teologia da liturgia e da reflexão sobre a cultura secular que se coloca entre a antropologia teológica e a filosofia cristã da história».

Na sua intervenção, Thomas Söding afirma: «O encontro de Joseph Ratzinger com Erik Peterson é surpreendente. Os elementos de contraposição biográfica e teológica não poderiam ser maiores». Divide os dois o espaço de uma geração, com todos os seus dramas. Um converteu-se ao catolicismo numa época caracterizada pelos cahamados pontificados planos, o outro deixou um seu vestígio documentado nos textos do concílio Vaticano II. Peterson é outsider .  Ao contrário, Joseph Ratzinger  é decididamente insider . Peterson é um espírito movido pela inquietação, Ratzinger é um esteta, um contemplativo; mas ambos criticaram em termos construtivos a teologia do próprio tempo:  a de Peterson é  evangélica, a de Ratzinger é católica. Peterson escreveu uma eclesiologia dominada pela perspectiva escatológica; Ratzinger, uma eclesiologia que vive de uma alma eucarística.  O que prevalece na obra de Peterson é a perspectiva apocalíptica, conotada em particular  pela categoria da reserva escatológica; na de Ratzinger predomina o elemento joanino no qual convergem  de forma simbiótica a presença da salvação e o seu  futuro.

E talvez tenham sido  precisamente certas diferenças que despertaram o interesse de Joseph Ratzinger por Erik Peterson.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

16 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS