Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Também nós somos guardas

· ​As meditações para a Via-Sacra que será presidida pelo Pontífice na noite de Sexta-Feira Santa ·

«A cruz, vértice luminoso do amor de Deus que nos preserva. Chamados a ser também nós guardas por amor» é o título das meditações das quatorze estações da Via-Sacra que será precedida pelo Papa Francisco no Coliseu na noite de Sexta-Feira Santa, 3 de Abril. O autor é D. Renato Corti, bispo emérito de Novara, que na nota introdutória sublinha que o aspecto constante desta Via-Sacra de 2015 é a referência «ao dom de ser preservados pelo amor de Deus, em particular por Jesus crucificado, e à tarefa de ser, por nossa vez, guardas por amor da criação inteira, de todas as pessoas, sobretudo das mais pobres, de nós mesmos e das nossas famílias, para fazer resplandecer a estrela da esperança».

«Queremos participar na Via-Sacra em profunda intimidade com Jesus – escreve o prelado. Atentos a quanto está escrito nos Evangelhos, serão focalizados com discrição alguns sentimentos e pensamentos que puderam habitar na nossa mente e no coração de Jesus naquelas horas de provação. Ao mesmo tempo, deixaremos que nos interpelem algumas situações de vida que caracterizam – no bem e no mal – os nossos dias. Manifestaremos assim uma ressonância que possa expressar o nosso desejo de dar alguns passos à imitação de Nosso Senhor Jesus Cristo na sua paixão».

Texto integral das meditações da Via-Sacra 

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

23 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS