Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Spiritus veritatis

«Desejo que a minha vida seja um testemunho à verdade para imitar assim Jesus Cristo, como convém à minha pessoa (João 18, 37). Por testemunho entendo a custódia, a busca, a profissão da verdade. Por verdade, a adesão a qualquer realidade inteligível: por conseguinte, Deus suma e primeira Verdade, que em si subsiste Pai, Filho, Espírito, e tudo o que em mim e fora de mim pode ser objecto de conhecimento e de expressão, e por todo o lume a mim concedido, da natureza e da graça, pode ser possuído, gozado e manifestado pelo meu espírito». Estamos em 1931 quando Montini redige estas anotações que tomam o título de um versículo do evangelho de João. São verdadeiras directrizes de vida que se desenvolvem em quatro pontos («o quê», «porquê», «de que modo», para quem e com quem»), que circulam como esboços impressos entre pouquíssimos amigos.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

19 de Fevereiro de 2020

NOTÍCIAS RELACIONADAS