Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Somos irmãos

· O Papa Francisco encontra-se com Bento XVI em Castel Gandolfo ·


«Somos irmãos». São suficientes estas duas palavras, dirigidas pelo Papa Francisco a Bento XVI, para descrever a atmosfera do encontro que se realizou hoje, sábado 23 de Março, nas Vilas Pontifícias de Castel Gandolfo. Disto falou sucessivamente aos jornalistas padre Federico Lombardi, director da Sala de Imprensa da Santa Sé.

O Papa Francisco chegou de helicóptero  às 12h15. Estava acompanhado pelo substituto da Secretaria de Estado, arcebispo Angelo Becciu, pelo regente da Prefeitura da Casa Pontifícia, monsenhor Leonardo Sapienza e por monsenhor Alfred Xuereb. Bento XVI, que aguardava Francisco no heliporto das Vilas Pontifícias, foi ao seu encontro e os dois abraçaram-se com afecto evidente. Depois, o Papa saudou o bispo de Albano, D. Marcello Semeraro, e o director das Vilas Pontifícias, Saverio Petrillo, antes de entrar no carro com Bento XVI para ir até ao Palácio. O Papa Francisco «sentou à direita – observou padre Lombardi – portanto no lugar do Papa, enquanto Bento XVI se sentou à esquerda». No mesmo carro estava também o arcebispo Georg Gänswein, Prefeito da Casa Pontifícia.

Tendo chegado à residência papal, os dois subiram aos aposentos e foram imediatamente à capela para um momento de oração. Também desta vez – disse o director da Sala de Imprensa da Santa Sé – Bento XVI «ofereceu o lugar de honra ao Papa Francisco, mas este disse: “Somos irmãos”», ajoelhando-se ambos no mesmo banco. Depois da oração, o Papa Francisco ofereceu a Bento XVI um ícone mariano. «Disseram-me – explicou o Pontífice, mostrando o dom – que se trata de Nossa Senhora da Humildade. Permita-me que lhe diga algo: quando me disseram isto, pensei imediatamente em Vossa Santidade, e nos numerosos exemplos de humildade e de ternura que nos ofereceu durante o seu pontificado».

Aproximadamente às 12h30 teve início o diálogo particular, que se prolongou por três quartos de hora. Padre Lombardi descreveu alguns pormenores do vestuário: Bento XVI apresentou-se com «um simples hábito talar branco, sem faixa nem mantelete», ao contrário do Papa Francisco.

No almoço, realizado nos aposentos, participaram também o arcebispo Gänswein e monsenhor Xuereb. Acompanhado  por Bento XVI até ao heliporto, o Papa voltou para o Vaticano onde chegou por volta das 14h50.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

16 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS