Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Sinal de esperança para a África

· ​De 25 a 30 de Novembro a viagem do Papa ·

De 25 a 30 de Novembro o Papa Francisco visitará a África. Quénia, Uganda e República Centro-Africana são as etapas de uma viagem muito desejada pelo Pontífice e esperada por todo o mundo que, abalado pelos recentes factos de violência, confia em gestos e palavras de reconciliação, de paz e de esperança.

«A visita de Francisco – escreve o cardeal John Njue, arcebispo de Nairobi – reforçará a nossa determinação em combater o terrorismo e encorajar o espírito de tolerância religiosa e coesão em todo o mundo», a sua visita, continua, «é um dom de Deus; ele vem para animar a África na esperança e na fé, para encorajar e motivar o mundo porque nem tudo está perdido».

Evidenciou o forte elemento espiritual e pastoral da visita o arcebispo de Kampala, D. Cyprian Kizito Lwanga: no Uganda, escreve, «terra de mártires», os cristãos estão prontos a enfrentar o desafio que o Pontífice lançará, «isto é, o convite de Cristo: “Sereis minhas testemunhas”».

Comovido foi o comentário do arcebispo de Bangui. Dos escombros materiais e espirituais de uma cidade desastrada pela guerra civil, o prelado escreve: «Quando recebemos a notícia da visita do Papa pareceu que vivíamos um sonho. Escolhendo a República Centro-Africana como uma das metas da sua primeira visita ao continente, o Papa escolheu o pequeno, o débeil; o pobre que clama e que o Senhor ouve».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

23 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS