Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Sem Maria não há Igreja

· Na audiência geral o Papa fala da oração da Virgem ·

«Não se pode falar de Igreja se Maria, Mãe do Senhor, não está presente». O comentário de são Cromácio de Aquileia aos Actos dos Apóstolos foi reproposto pelo Papa na catequese da audiência geral de quarta-feira 14 de Março, na praça de São Pedro.

Falando da «presença orante da Virgem» na vida terrena de Jesus e nos momentos em que «iniciam os primeiros passos da Igreja», o Pontífice observou como as etapas deste caminho – da casa de Nazaré à de Jerusalém, passando através da experiência da Cruz - «estão marcadas pela capacidade de manter um clima perseverante de recolhimento, para meditar cada acontecimento no silêncio do seu coração, diante de Deus».

Em particular no Cenáculo, onde se reúne juntamente com os onze depois da Ascensão, Maria partilha com os apóstolos o dom do Espírito. «Se não há Igreja sem Pentecostes – frisou a este propósito Bento XVI – também não há Pentecostes sem a Mãe de Jesus, porque Ela viveu de modo único o que a Igreja experimenta todos os dias sob a acção do Espírito Santo». Este vínculo, ressaltado de modo particular pelo concílio Vaticano II, afirma que «o lugar privilegiado de Maria é a Igreja». Portanto, venerá-la significa «aprender dela a ser comunidade que reza»: não só nas situações de dificuldade ou de necessidade – frisou o Papa – mas sempre «de modo unânime, perseverante, fiel», com um «só coração e uma só alma».

«A ela confiamos – foi o convite conclusivo de Bento XVI – cada uma das fases da nossa existência pessoal e eclesial, também a do nosso trânsito final. Maria ensina-nos a necessidade da oração e indica-nos que só com um vínculo constante, íntimo, cheio de amor com o seu Filho podemos sair de nós mesmos para alcançar os confins do mundo e anunciar o Senhor em toda a parte».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

22 de Novembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS