Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Sedentos de verdade e não de poder

· ​Aos estudantes internacionais o Papa pediu que sejam mais tolerantes, solidários e abertos aos outros ·

«Sedentos de verdade e não de poder, prontos a defender os valores e a viver a misericórdia e a caridade». Assim deveriam ser os jovens de hoje segundo o Papa Francisco, que traçou um seu perfil ideal, dirigindo-se aos estudantes internacionais que participam nestes dias num congresso mundial organizado pelo Pontifício conselho para a pastoral dos migrantes e itinerantes.

Recebendo-os na quinta-feira 1 de dezembro, Francisco fez votos para que «as novas gerações se sintam responsáveis pela realidade em que vivem». A propósito o Papa evidenciou que é cada vez mais «necessário contrastar com um modelo solidário a conceção moderna do intelectual, em busca de reconhecimentos pessoais, muitas vezes sem ter em consideração o próximo» De resto, acrescentou, «quem tem o dom de poder estudar tem também uma responsabilidade de serviço». Inclusive porque «ser estudante num país diferente, num outro horizonte cultural, permite abrir-se sem medo ao outro e ao diverso». E isto «leva os estudantes, e quem os recebe, a tornarem-se mais tolerantes e hospitaleiros». Consequentemente «é importante que o período passado no estrangeiro se torne uma ocasião de crescimento e seja um ponto de partida para voltar ao país de origem» para dar um contributo qualificado. Por fim, o Papa tratou o problema doloroso da «fuga de cérebros», exortando «a sociedade a oferecer válidas oportunidades de trabalho» a fim de evitar «que jovens preparados» abandonem o próprio país.

Precedentemente o Pontífice encontrou-se com um grupo de peregrinos provenientes do Cáucaso.

Discurso do Papa 

Saudação aos peregrinos do Cáucaso 

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

17 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS