Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Reencontradas vinte e nove homilias inéditas de Orígenes

· Clamorosa descoberta na Bayerische Staatsbibliothek de Munique ·

É com todas as probabilidades a descoberta do século a de uma filologia  italiana na biblioteca de Munique, anunciada ontem pela própria  Bayerische Staatsbibliothek. Na tarde do passado dia 5 de Abril, Quinta-Feira Santa, estudando um código bizantino do século XI, o Monacense grego 314, Marina Molin Pradel apercebeu-se de facto que algumas homilias sobre os Salmos nele contidas correspondiam às de Orígenes traduzidas em latim por Rufino no início do século V. E logo a seguir à Páscoa, alargando os controles sobre o manuscrito, a estudiosa chegou à conclusão de que as 29 homilias contidas no código, até agora inéditas, são do grande intelectual cristão. Na primeira metade do século III Orígenes tinha ditado sobre o Saltério uma série imponente de obras que depressa tiveram uma influência decisiva sobre a exegese bíblica quer grega quer latina. Mas precisamente a sua extensão, além da condenação de 553, explica a sua perda quase total, já em época antiga.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

21 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS