Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Recuperar as mães adolescentes no Malavi

O fenómeno das mães adolescentes é uma realidade que aflige muitas mulheres no Malavi. Na maior parte dos distritos do sul do país, costuma-se mandar as adolescentes para campos de iniciação onde são encorajadas a ter relações sexuais para testar a sua maturidade. Trata-se de um rito macabro conhecido como kutsatsa fumbi. De facto, no país a gravidez de adolescentes e os matrimónios precoces, em particular nas zonas rurais, são fomentados por crenças e práticas ancestrais. Graças a uma iniciativa conjunta entre Estado, chefes locais, Igrejas, Onu e outras ongs, como a Agência Adventista para a Ajuda e o Desenvolvimento (Adra), em 2014 cerca de seiscentas mil adolescentes voltaram para a escola. Além disso, com o projeto de Adra Malavi, Quando a mãe é uma menina, são assistidas trezentas mães adolescentes.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

18 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS