Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Que futuro para o trabalho

· ​O cardeal Turkson fala de ocupação e desenvolvimento sustentável ·

Hoje o mundo deve enfrentar não «duas crises separadas, uma ambiental e outra social», mas uma crise «complexa que é tanto social como ambiental»: a solução deve ser procurada numa «abordagem integrada na luta contra a pobreza, que restitua dignidade aos excluídos e ao mesmo tempo proteja a natureza». É esta, nas palavras do cardeal Peter Kodwo Appiah Turkson, que está na base do seminário internacional que, iniciado a 2 de maio, se concluirá no dia 5 no Global Gateway da University of Notre-Dame.

O presidente do Pontifício conselho justiça e paz, no seu relatório de abertura, frisou que «comprometer-se no diálogo» é um modo indispensável para a família humana enfrentar os grandes desafios do nosso tempo. Por isso o dicastério do Vaticano, juntamente com a Organização internacional do trabalho (Oit), pediu uma reflexão sobre o tema: «Desenvolvimento sustentável e futuro do trabalho no âmbito do jubileu da misericórdia», com a finalidade de promover um «trabalho digno para todos», como tem sido muitas vezes — e em especial na Laudato si’ — solicitado pelo Papa Francisco, e também nos objetivos mundiais de desenvolvimento sustentável. No encontro, que conta entre os seus principais relatores inclusive o diretor-geral da Oit, Guy Ryder, e monsenhor Robert Vitillo, da Caritas Internationalis, participam também representantes de várias religiões, movimentos, sindicatos e empresas. 

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

18 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS