Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Prelúdio do ano da vida consagrada

· Na solenidade de Cristo Rei o Papa proclama seis novos santos ·

Não poderia ter prelúdio melhor o Ano da vida consagrada proclamado pelo Papa Francisco, que será inaugurado daqui uma semana. Com efeito, os seis novos santos proclamados pelo Pontífice, no domingo 23 de Novembro, foram fundadores ou membros de congregações religiosas. 

Giovanni Antonio Farina, Kuriakose Elias Chavara e Ludovico da Casoria deram vida respectivamente às irmãs mestras de santa Doroteia filhas dos Sagrados corações, aos carmelitas de Maria Imaculada e às irmãs franciscanas de santa Isabel, chamadas «bigie». Pertenciam a três famílias religiosas o frade menor Nicola da Longobardi, a indiana Eufrásia Eluvathingal do Sagrado Coração, das irmãs da Mãe do Carmelo, e o terciário da ordem de São Francisco, Amato Ronconi, que abriu o hospital dos pobres peregrinos em Saludecio.

Foi uma grande festa para milhares de fiéis italianos, em particular das regiões do Veneto, da Campânia, Calábria e Romanha, vindos para rejubilar pelos seus concidadãos proclamados santos. Mas foi uma festa também para cerca de oito mil indianos, pertencentes na maioria à Igreja sírio-malabar, provenientes do Kerala, que desafiaram as dificuldades da longa e dispendiosa viagem para a canonização de um valente defensor da sua Igreja e da primeira religiosa declarada santa. Muitos deles tinham participado na noite de sábado na celebração das vésperas presidida na basílica de Santa Maria Maior pelo cardeal Leonardo Sandri, prefeito da Congregação para as Igrejas orientais, o qual na homilia tinha reproposto «o convite especial à santidade» que brotou do testemunho dos dois religiosos indianos, sublinhando em particular a urgência de uma nova primavera de vocações para a Igreja do Kerala.

Todas estas realidades foram representadas pelos postuladores das causas de canonização: a irmã Albarosa Bassani para Farina, pe. Cherian Thunduparambil para Chavara ed Eufrasia, pe. Giovangiuseppe Califano para Ludovico da Casoria, pe. Ottaviano Laino para Nicola da Longobardi, pe. Angelo Paleri para Ronconi. A liturgia foi animada de forma significativa também pelas várias postulações.

O texto da homilia do Papa 

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

18 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS