Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

​Pesar do Papa pela morte do cardeal Turcotte

Profunda dor pela morte do cardeal Jean-Claude Turcotte, arcebispo de Montréal, foi expresso pelo Papa num telegrama enviado a D. Christian Lépine, sucessor do purpurado na sede canadense. «Enquanto celebramos a Ressurreição do Senhor – escreve o Pontífice - suplico que Ele acolha na luz da vida eterna este Pastor fiel que serviu a Igreja com dedicação, não só na sua diocese mas também a nível nacional como Presidente da Conferência Episcopal do Canadá, e ao mesmo tempo foi membro competente de diversos Dicastérios Romanos. Pastor zeloso e atento aos desafios da Igreja contemporânea, participou activamente no Sínodo dos Bispos de 1994 sobre «A vida consagrada e a sua missão na Igreja e no mundo» e foi um dos principais protagonistas do Sínodo de 1997 sobre a América.

O cardeal Jean-Claude Turcotte, doente gravemente há muito tempo, estava hospitalizado no Hôpital Marie-Clarac da sua cidade onde faleceu na quarta-feira, 8 de Abril. Nasceu em Montréal no dia 26 de Junho de 1936, foi ordenado sacerdote a 24 de Maio de 1959. Tendo sido eleito Bispo titular de Suas em 14 de Abril de 1982 e nomeado bispo auxiliar de Montréal, recebeu a ordenação episcopal a 29 de Junho de 1982. Em seguida, a 17 de Março de 1990 foi nomeado arcebispo de Montréal. João Paulo II tinha-o criado e publicado cardeal, com de título de Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento e dos Santos mártires Canadenses, no consistório de 26 de Novembro de 1994. No dia 20 de Março de 2012 tinha renunciado ao governo pastoral da arquidiocese.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

21 de Novembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS