Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Pesar do Papa pela morte do cardeal Jorge María Mejía

O cardeal argentino Jorge María Mejía, arquivista e bibliotecário emérito da Santa Igreja Romana, faleceu em Roma na terça-feira 9 de Dezembro com 91 anos de idade. Nascido em Buenos Aires a 31 de Janeiro de 1923 e ordenado sacerdote a 22 de Setembro de 1945, fora nomeado bispo vice-presidente da Pontifícia Comissão Iustitia et Pax a 8 de Março de 1986 e a 12 de Abril recebera a ordenação episcopal. Em seguida foi promovido arcebispo secretário da Congregação para os Bispos a 5 de Março de 1994. De 7 de Março de 1998 a 24 de Novembro de 2003 fora arquivista e bibliotecário da Santa Igreja Romana. João Paulo II criara-o cardeal no consistório de 21 de Fevereiro de 2001. Ao tomar conhecimento da notícia da morte, o Papa Francisco enviou ao irmão do purpurado, Alejandro Jaime Mejía, um telegrama de pêsames no qual frisa a «longa amizade» que o ligava ao saudoso cardeal e a «fidelidade e competência» que caracterizaram o seu serviço em vários organismos da Santa Sé.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

16 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS