Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Peregrinos da comunicação

· Mensagem do Papa Francisco pelos trinta anos do Ctv ·

No apresentar os acontecimentos a óptica do Centro Televisivo vaticano nunca pode ser «mundana», mas eclesial. Num mundo no qual a tecnologia  viaja em alta velocidade criando inesperadas redes interligadas, os «peregrinos da comunicação» nunca devem esquecer  que o seu serviço é desempenhado no âmbito de uma missão evangelizadora da Igreja.  Ressalta o Papa Francisco na mensagem pelos trinta anos do Centro televisivo vaticano enviado ao director, Mons. Dario Edoardo Viganò, que foi lido durante um congresso realizado a 18 de Outubro em Roma, na Sala para a Imprensa estrangeira. Na mesma sede foi lida também a mensagem enviada ao Ctv pelo  Presidente da República italiana, Giorgio Napolitano. «Como recordei no dia seguinte à minha eleição para Bispo de Roma, “o papel dos mass media foi sempre crescendo nestes últimos tempos, a ponto que se tornou indispensável para narrar ao mundo os eventos da história contemporânea”. Tudo isto se reflecte também na vida da Igreja», acrescenta o texto do Papa, relevando por fim que «se não é simples narrar os acontecimentos da história, é ainda mais complexo contar os eventos relacionados com a Igreja» e isto «exige uma responsabilidade particular».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

19 de Novembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS