Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Pela sustentabilidade ambiental

· Conferência de imprensa da fundação Centesimus annus ·

Pela primeira vez são três os vencedores do prémio «Economia e sociedade», promovido pela fundação Centesimus annun pro Pontifice para difundir «o conhecimento da doutrina social da Igreja católica». Os seus nomes foram anunciados pelo presidente do júri, cardeal Reinhard Marx, esta manhã, quarta-feira 15 de fevereiro, durante uma conferência na Sala de imprensa da Santa Sé. O prémio internacional foi atribuído ao alemão Markus Vogt, pela obra Prinzip Nachhaltigkeit. Ein Entwurf aus theologisch-ethischer Perspektive (Munique, Oekom 2013), ao passo que o prémio para os jornalistas, instituído este ano, foi entregue ao assuncionista francês Dominique Greiner, pelo seu blog La doctrine sociale sur le fil publicado no site do diário «La Croix»; e ao alemão Burkhard Schäfers, pela sua transmissão radiofónica dedicada a Oswald von Nell-Breuning (1890-1991), um dos principais autores do Quadragesimo anno do Papa Pio XI em 1931.

A premiação terá lugar a 18 de maio, às 17h00, no palácio romano da Canchelaria, no dia da inauguração do congresso anual da fundação – sobre o tema: «Alternativas construtivas numa época de incerteza global - Emprego e integridade na era digital. Incentivos à solidariedade e à virtude cívica» – que se realizará até ao dia 20 na Sala nova do Sínodo no Vaticano.

Na sua intervenção o cardeal Marx explicou que a obra vencedora foi selecionada entre mais de 57, provenientes de 12 países e escritas em seis línguas diversas. «Vogt – recordou – depois de ter estudado teologia e filosofia em Munique e em Jerusalém, trabalhou como perito de ecologia para o governo alemão. Inicialmente professor universitário de ética social cristã em Benediktbeuern e agora em Munique, ocupa-se desde há mais de vinte anos de sustentabilidade» que é o tema principal da obra premiada e está também no centro da Laudato si’ do Papa Francisco.

Vogt — prosseguiu o purpurado — «não tenciona defender um pensamento unilateral, mas assume posições equilibradas face a posições radicais. E consegue indicar alguns caminhos concretos para melhorar o mundo». Por sua vez, o presidente da fundação Domingo Sugranyes Bickel apresentou o congresso e ilustrou a atividade do organismo.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

20 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS