Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

​Pastores de povo

· Aos sacerdotes do colégio Pio Latino-Americano o Papa recordou o exemplo do santo Óscar Romero ·

E convidou-os a conservar as raízes culturais e religiosas da sua terra

Voltou a ressoar na voz do Papa o testemunho do santo Óscar Romero, «homem radicado na Palavra de Deus e no coração do seu povo», ao receber na manhã de 15 de novembro no Vaticano a comunidade do pontifício colégio Pio Latino-Americano. O Pontífice recordou o exemplo do arcebispo salvadorenho recentemente canonizado e exortou os jovens sacerdotes a ser cada dia mais «pastores de povo» e não «clérigos de Estado», vítimas da «perversão do clericalismo».

Francisco remarcou aos presentes a importância da experiência formativa e comunitária vividas por eles no colégio romano que festeja 160 anos de vida: a Igreja latino-americana – disse – nunca deve esquecer «a sua vocação a ser terra de encontro» e, face ao perigo das «colonizações ideológicas», deve preservar a própria «história», a sua «identidade», as próprias «raízes».

Isto só é possível se se for capaz «de se enraizar na vida» do próprio povo, dando sempre «um nome e um rosto a situações concretas que os nossos povos vivem e enfrentam». Porque, explicou, «o nosso continente, marcado por velhas e novas feridas, tem necessidade de artífices de relação e de comunhão» e não de quem se fecha «em refúgios pessoais ou comunitários» que afastam «dos pontos cruciais onde se escreve a história». Eis então o exemplo de D. Romero, ex-aluno do instituto romano e «sinal vivo da fecundidade e da santidade da Igreja latino-americana»: nas suas pegadas o «sentido de pertença» ao povo libertará «novas energias missionárias». E do seu testemunho brotou o convite do Papa: «Não tenhais medo da santidade, não tenhais medo de consumir a vida pelo vosso povo».

Discurso do Papa

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

17 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS