Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Para uma paz duradoura e justa

· No discurso aos bispos da República Democrática do Congo o Papa denuncia o drama das crianças-soldado ·

Encorajar o diálogo e apoiar o processo de desarmamento

O convite a «trabalhar incessantemente pela instauração de uma paz duradoura e justa» foi dirigido pelo Papa Francisco aos bispos da República Democrática do Congo, recebidos em audiência na manhã de sexta-feira 12 de Setembro, por ocasião da visita «ad limina Apostolorum». 

Segundo o Pontífice deve ser promovida «uma pastoral do diálogo e da reconciliação entre os diversos sectores da sociedade», mas deve ser também apoiado o processo de desarmamento e encorajada «uma colaboração eficaz com as outras confissões religiosas».

Quando o país se prepara para viver «encontros políticos importantes para o seu futuro», o bispo de Roma convida a Igreja a oferecer a sua contribuição evitando «substituir-se às instituições políticas e às realidades temporais que conservam a sua autonomia». Eis o motivo da recomendação aos pastores para não «ocuparem o lugar que compete de pleno direito aos fiéis leigos», os quais «têm precisamente a missão de testemunhar Cristo e o Evangelho na política e em todos os âmbitos das suas actividades». No discurso o Papa denuncia o «horror» das crianças «recrutadas à força nas milícias e obrigadas a matar os seus concidadãos». Por isso reafirma a necessidade de apostar na «pastoral dos jovens», e encoraja todos os que «se prodigalizam no serviço aos feridos pela vida, às vítimas da violência, sobretudo nas regiões mais isoladas e distantes do país», e dirige «um pensamento especial aos refugiados internos e aos que provêm, numerosos, de países vizinhos».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

22 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS