Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Para ser luz do mundo

· Bento XVI concluiu a viagem à Alemanha recomendando aos católicos uma fé renovada ·

O Papa tem confiança no futuro da Igreja e do cristianismo, mas pede aos católicos para se libertarem «dos pesos e dos privilégios materiais e políticos» para dar ao mundo um testemunho mais autêntico e credível. A terceira visita de Bento XVI à Alemanha concluiu-se no dia 25 de Setembro no sinal da esperança. O Pontífice teve a ocasião para reafirmar que a fé pode ser uma «força transformadora do mundo» e abrir «perspectivas novas muitas vezes inimagináveis». Só uma Igreja desapegada da mundanidade, isto é, libertada do peso de vínculos e riquezas materiais, «se pode dedicar melhor e de maneira deveras cristã ao mundo inteiro, estar verdadeiramente aberta ao mundo». Neste sentido, também as diversas formas de secularização se revelaram historicamente uma oportunidade preciosa, porque consentiram à Igreja libertar-se de formas mundanas e fazer um regresso radical à «pobreza terrena».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

23 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS