Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Para se tornar um bispo

· Em colóquio com o cardeal Ouellet ·

Homem de oração, de anúncio, de testemunho. Mas sobretudo «pastor com o cheiro das ovelhas, ou seja, próximo das pessoas». Eis a figura do bispo que sobressai do ensinamento do Papa Francisco, o qual – frisou nesta entrevista ao nosso jornal o cardeal Marc Ouellet, prefeito da Congregação para os bispos – não tem «a pretensão de dizer coisas novas» mas tem «o dom de esclarecer com maior força aqueles aspectos irrenunciáveis» que constituem o centro da missão episcopal.

É possível traçar um retrato do bispo segundo as indicações do Papa Francisco?

Penso certamente que sim. Aos representantes pontifícios convocados em Roma no ano passado, o Pontífice disse que não tem a pretensão de dizer coisas novas. Contudo, tem o dom de esclarecer com mais força os aspectos irrenunciáveis que, no nosso caso, constituem a identidade do bispo. Ao encontrar-se com a Congregação para os bispos, em Fevereiro passado, especificou alguns traços da figura dos bispos como testemunhas do Ressuscitado, querigmáticos, orantes e pastores. Muitas vezes o Papa Francisco recorre a imagens que surpreendem e veiculam imediatamente o seu pensamento.

Quais em particular?

Por exemplo, afirmou que o bispo deve ser pastor com o cheiro das ovelhas, ou seja, próximo das pessoas. Este é o primeiro critério indicado pelo Papa para a escolha dos candidatos ao episcopado. Além disso, não deve ter uma psicologia de «príncipe», mas ser pai e irmão, manso, misericordioso e, sobretudo, paciente. Outra característica identitária é que o bispo viva como esposo de uma Igreja, sem estar constantemente à procura de outra, de modo que possa trabalhar sem cálculos humanos em prol do povo que lhe foi confiado.

Nicola Gori

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

16 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS