Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Para dar credibilidade à Igreja

· O Papa convida os bispos do México a promover uma cultura do encontro, do diálogo e da paz ·

Não nos devemos deixar intimidar pelas forças do mal, mas permanecer corajosos ao lado do povo que sofre. O Papa Francisco citou o discurso de Bento XVI, de 26 de Março de 2012 no momento de deixar Guanajuato, no México, para renovar aos prelados da Conferência episcopal mexicana o convite a preocupar-se «com as vítimas do narcotráfico e com os grupos sociais mais vulneráveis» e a continuar a ser paladinos dos direitos humanos e do desenvolvimento integral da pessoa humana. «Tudo isto – especificou o Pontífice – que é expressão da íntima ligação existente entre o anúncio do Evangelho e a busca do bem dos outros, sem dúvida contribui para dar credibilidade à Igreja e relevância à voz dos seus pastores».

Aliás, a situação actual do país caracterizada pela explosão de diversas formas de violência, que dizem respeito sobretudo aos jovens, constituiu o motivo fundamental de um compromisso renovado para promover um verdadeiro espírito de concórdia nacional através da «cultura do encontro, do diálogo e da paz». O Papa frisou enfim o valor do compromisso dos leigos na vida da Igreja, a importância da atenção dada à formação dos jovens, à defesa da família e reafirmou o papel insubstituível da paróquia na comunidade cristã.

O discurso do Papa aos bispos em visita ad limina 

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

17 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS