Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Os órfãos dos feminicídios

«São as crianças sem mãe nem pai as outras vítimas dos feminicídios»: segundo o resultado da pesquisa de Raphaël Zanotti, publicada no jornal «La Stampa» do dia 6 de Agosto deste ano, na maioria são menores ainda muito pequenos, dos quais os tribunais italianos dispõem que sejam adoptados ou confiados a outras famílias, preferindo não os deixar com tios e avós. A necessidade que surge da pesquisa é nunca esquecer que se trata de órfãos com uma história dramaticamente dilacerante. Privados de modo violento das mães pela mão dos próprios pais, estes filhos necessitam de uma ajuda externa específica. Só assim será possível voltar a dar luz a vidas apagadas que correm o risco de ser esmagadas sob peso da sua história terrível.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

20 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS