Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Os jovens
não fecham os olhos

· Simpósio no Vaticano sobre prostituição e tráfico de seres humanos ·

Vinte e um milhões de homens, mulheres e crianças no mundo são enganados, vendidos, mantidos em condições de escravidão de várias formas e em diversos sectores da sociedade. Um número trágico que aumenta num ritmo de três milhões por ano. 

Em particular são as mulheres e crianças os mais vulneráveis, as primeiras vítimas de violência e discriminação. Falar-se-á sobre isto nos dias 15 e 16 de Novembro no Vaticano, na Casina Pio IV, durante o simpósio internacional «Os jovens contra a prostituição e o tráfico de pessoas: violência máxima contra o ser humano», organizado pela Pontifícia Academia das ciências sociais juntamente com a ong argentina Vínculos en Red. Coordena Alícia Peressutti – fundadora da associação e consultora honorária da Pontifícia Academia – que abrirá os trabalhos no sábado 15 juntamente com o bispo chanceler Marcelo Sánchez Sorondo.

Uma reunião de mais de cem jovens – provenientes dos cinco continentes – porque são eles a força nova da Igreja e da sociedade; são eles que pretendem responder ao convite a fazer «rumor» que o Papa Francisco dirigiu a 25 de Julho de 2013 na catedral do Rio de Janeiro durante a Jornada mundial da juventude: «eu quero que se façam ouvir também nas dioceses, quero que saiam, quero que a Igreja saia pelas estradas».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

17 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS