Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Onomástico do Santo Padre

Desde 1861, para a comemoração do onomástico do Papa, L'Osservatore Romano costuma exprimir publicamente os bons votos de todo o jornal, certo de interpretar deste modo os sentimentos dos seus leitores e de muitíssimas pessoas no mundo.
As formas exteriores podem mudar, mas o sentimento e o conteúdo destes votos estão escondidos no íntimo de quem sente ter um vínculo com o Bispo de Roma e reconhece a unicidade do seu serviço à Igreja e à inteira família humana, muito além dos visíveis confins católicos. Sentimento e conteúdo que, às vezes, se tem pudor de manifestar, quando, ao contrário, é profundamente humano fazê-lo, porque se é importante querer bem a alguém, não é menos importante dizê-lo.
Na tradição cristã a comemoração do santo padroeiro para Bento XVI é a solenidade de São José prevalece sobre a do aniversário, e isto é confirmado pelo modo vaticano de festejar publicamente o onomástico do Romano Pontífice mais que o dia do seu genetlíaco. Reflectindo, segundo um costume antiquíssimo, justamente sobre o nome. No caso do Papa Bento XVI (também este nome repleto de significados), é o nome judeu daquele que a devoção cristã, desde a Idade Média, venera como o guarda do pequeno Jesus e da Mãe de Deus; proclamado por Pio IX Padroeiro universal da Igreja.
Neste sentido, no nome ( nomen) de baptismo do Papa está de qualquer maneira misteriosamente prefigurado e contido o destino ( omen) da sua vida e da sua função de guarda da tradição cristã, que é uma tradição viva e dirigida com confiança para o futuro. Por isso, ao transmitir a Bento XVI os bons votos pelo seu onomástico, assume um significado mais afectuoso e partícipe o outro costume que vigora quotidianamente em L'Osservatore Romano: o de concluir, ao meio-dia, a recitação do Angelus , com o antiquíssimo Oremus pro pontifice nostro.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

16 de Dezembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS